Arquivo da categoria: Posts

É como ir à Meca

[ É como ir à Meca ] Há momentos em que a coisa aperta. Feito pé que tenta entrar em sapato que não serve mais. Dias atrás, a madrugada nos encontrou assim, com respiração aflita, coração em desalinho, anfitriando visita … Continuar lendo

Publicado em Posts | Marcado com , , , , , , , , , | 1 Comentário

Convite ao silêncio

Experimentemos silenciar. Quando conseguirmos realizar algo pela primeira vez, silenciemos. Quando recebermos a notícia tão esperada. Quando nos doer a pisada no pé. Quando sentirmos fome. Silenciemos. Quando nos arrancarem algo precioso. Quando quisermos pedir ajuda. Quando quisermos negociar um … Continuar lendo

Publicado em Posts | Marcado com , , , , , , | 2 Comentários

O batismo da liberdade

Quatro anos se passaram até que Alice fizesse do choro sua ferramenta de reivindicação. Como todas as grandes conquistas, esta também chegou de mansinho, sem alarde, no rascunho do cotidiano. Quer sair da cadeirinha do carro e trazer a mãe … Continuar lendo

Publicado em Posts | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

De volta ao começo 

Uma consulta para viabilizar um exame nos levou de volta ao começo. Retornamos ao lugar onde Alice passou os primeiros 145 dias de sua vida. Tudo em volta era tão familiar quanto perturbador. Os olhares baixos das mães na fila … Continuar lendo

Publicado em Posts | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

As passageiras

Todos os dias, levo Alice para a escola utilizando os serviços de táxi. Acomodamo-nos com a mochila dela e a minha bolsa, ajeito-a em meu colo ou assentada bem ao lado, e vamos. O trajeto é curtíssimo, mas, invariavelmente, rende … Continuar lendo

Publicado em Posts | Marcado com , , , , , | 2 Comentários

A mãe possível

Foi no aeroporto. Enquanto caminhava em direção ao portão de embarque, observava as pessoas, seus gestos, suas escolhas, suas esperas. Eram pernas, luzes e avisos. Muita pressa em um sábado de manhã. Até que meus olhos pousaram em uma mulher. … Continuar lendo

Publicado em Posts | Marcado com , , , , | 27 Comentários

Reencontro

Tem receio que consome a gente. Feito mofo, que se alastra silencioso e vai tomando conta. Eu estava assim, rançosa, na véspera do retorno da Alice à escola. Havia se passado quase um mês de clausura. Uma sucessão de doenças … Continuar lendo

Publicado em Posts | Marcado com , , , , , | 2 Comentários