Uma mãozinha…

O vão dos dias que se seguem acomoda o cansaço. O adiamento do sono, a negociação das expectativas, a avareza do tempo, tudo desemboca no mais líquido esgotamento. Falo sobre as mães de crianças atípicas, mas também sobre todos aqueles e aquelas que que se dispõem a viver a vida por inteiro, de peito aberto, com entrega corajosa. Todos, em algum momento, sentirão que a vida desafia o próprio fôlego. É um filho que cai, é um pai que adoece, é um amigo que se acidenta, é um trabalho em tempos difíceis, é um diagnóstico inesperado, é a conta que não fecha no fim do mês. O inesperado está aí, a lapidar nossa existência.

A sobrecarga pode se abater sobre nós feito destino, curvando-nos à abnegada tristeza. Mas também pode nos cochichar generosa ao ouvido: peça ajuda! Assumir nossa vulnerabilidade pode ser libertador. Liberta-dor. Cada mão estendida desfaz um nó que aprisiona o peito.  Partilhar necessidades nos humaniza e, portanto, nos fortalece. É estratégia poderosa para alargar o peito e a mente.

Pode tomar um banho mais demorado. Tem comida quentinha sobre a mesa. Vou passar aí pra gente conversar. Vai dormir mais cedo. Eu cuido disso. Fico com você no hospital. Trouxe esse livro para distrair. Quer uma massagem? Deixa comigo! Sentir-se grato pelo afago, sentir-se útil pelo apoio, eis a virtude dos afetos, das alegrias, de tudo aquilo que é humano. Viver assim é mais do que possível, é melhor!

Desfeito o nó, passado o cansaço, que nos faça companhia a certeza de que nos dedicamos ao que pode haver de mais nobre em nossa existência: o cuidado e o afeto pelo outro. Essa é a única urgência da vida. Todo o resto pode esperar.

 

mao

Anúncios
Esse post foi publicado em Posts e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s