Duas

Foi preciso esse silêncio. Essa pausa. Esse recolhimento. Foi necessário calar as palavras para calibrar o sentir.  Redescobrir a mim mesma: antes de mãe, mulher. Minha maternidade subverteu prioridades e significados de modo tão intenso que coube dedicar tempo a me saber de novo humana, a tatear a matéria dos sonhos e desejos que insistem em mim. Resistem.

É que ao me tornar mãe da Alice, tornei-me outra. Literalmente. Visceralmente. Sou olhos, ouvidos, boca, braços e pernas de minha filha. Sou sua intérprete do mundo, moderadora de suas necessidades e mediadora de seus desejos. Sou sua alegria desmedida e sua falta de sono. Sou seu espanto e seu espasmo. Sou seu tônus, sua força, seu entusiasmo. Sua proteção, seu amparo, seu medo. Sua vontade, sobretudo! De tanto sê-la, desatentei para o que sou eu. Ela foi indo, crescendo no rastro da coragem e da graça. Sua saúde se acomodou no corpo, criou terreno para as manifestações mais generosas da alegria de viver! Sua nova condição instalou a esperança, autorizou os sonhos… e nos fez duas, mais do que uma!

Ela já não cabe mais na cadeira. Projeta o corpo pra frente como quem semeia longe os desejos. Quer chão, quer rua, quer balanço, quer criança, quer brincar! Ela quer! E o seu querer tornou possível também o meu. Desejo de rua, de chão, de movimento, de sonho. Vivendo a trégua da instabilidade, estamos autorizadas, mãe e filha, a pensar nossos projetos de vida! É nesse ponto que estamos: maravilhadas com as possibilidades de nos apropriamos de nossas vidas, individualmente, e seguirmos juntas pelos tantos caminhos que sonhamos e buscamos. Respeitando nossas escolhas e apreciando nossos limites. Duas, não uma. Lado a lado. Sempre! Cá estamos.

(As postagens aqui dificilmente serão diárias, como se pretendia o blog inicialmente, pois os convites da vida nos envolveram em outro ritmo. Mas semana a semana estarei aqui, partilhando e me nutrindo dos tantos afetos e experiências que se viabilizam por essa rede. Vamos recomeçar?)

 

 

alice1

Anúncios
Esse post foi publicado em Posts e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s