O peso de uma vitória

A semana tem sido de muitas conquistas! Mesmo correndo o risco de ser repetitiva ou redundante, não consigo evitar o compartilhamento de cada uma delas!
Ontem fomos ao pediatra. Desde que Alice nasceu, acompanhamos de perto suas curvas de crescimento, que são parâmetros de desenvolvimento para toda criança. Os bebês nascidos prematuros, como é o caso da Alice, são analisados considerando a idade cronológica e a idade corrigida. A idade cronológica é aquela contada a partir do nascimento. A idade corrigida é a que a criança teria, se nascida a termo. Esta última é especialmente importante para avaliar o desenvolvimento neuromotor dos prematuros. Alice nasceu 11 semanas antes do tempo, o que significa dizer que, ontem, por ocasião de sua consulta rotineira, ela tinha 12 meses e 1 semana de idade cronológica, e 9 meses e 2 semanas de idade corrigida.
Pois bem. O pediatra de nossa filhota sempre observou seus parâmetros nas curvas próprias da idade cronológica, e não da idade corrigida. Certa vez, indaguei se ele não estava sendo muito duro na avaliação, pois pareciam objetivos de difícil alcance, especialmente depois de tantas intercorrências e obstáculos. Não que eu tenha esse hábito, mas naquele dia eu pedi clemência. E ele não arrefeceu. Explicou-me que, mais cedo ou mais tarde, ela precisaria recuperar o fôlego e se enquadrar nos parâmetros da idade cronológica, ainda que isso demorasse dois, três ou cinco anos.
Ocorre que nós gostamos de um desafio. Mesmo quando cansados, desgastados, angustiados, somos uma família que se afeiçoou ao aprendizado do bom combate. Então, assumimos mais este com seriedade e afinco. Alice no front, e seus pais, seus avós, seus tios, sua cuidadora e sua fonoaudióloga na retaguarda, com o suporte extra de muito leite de alta caloria, mucilon, abacate, azeite e outros recursos.
Até que, na consulta de ontem, quando o pediatra atualizou as curvas de crescimento com os dados do dia, observamos o desenho não de uma curva, mas de uma reta ascendente, 90º! Nossa pequena mirou nas estrelas e chegou lá, um pouco acima do percentil 25 da curva da idade cronológica, correspondente ao seu primeiro ano de vida. Estatura e peso dentro do esperado para a idade, correndo o risco de ficar acima da média, inclusive, na próxima consulta, se a linha reta se mantiver ascendente… Apenas a curva do perímetro encefálico ainda não entrou no parâmetro esperado para um ano de vida. Isso se explica pela gravidade de sua lesão neurológica. Mas o traçado continua ascendente, indicando que é uma questão de tempo chegar lá.
A avaliação médica confirmou aquilo que já sabemos há muito tempo: nossa filha é dotada de uma impressionante capacidade de transformação e de uma incomparável vontade de viver. De nossa parte, garantimos o poderoso combustível do amor e da confiança.
Então chego ao principal ponto deste relato de hoje: sinto que essa semana de sucessivas boas notícias e vitórias tem muito da energia que recebemos aqui por esse Diário! Cada um que torce, que se solidariza, que apoia, que sugere, que confia, que afaga, que conforta, que dedica alguns minutos de seu dia a essa partilha, à empatia… cada um adiciona mais força e vigor a essa corrente que nos impulsiona. Então, a gente acrescenta também uma generosa porção de gratidão e se abre para viver a vida de peito aberto.
Isso me faz lembrar aquele célebre trecho de “Alice no país das maravilhas”, em que Alice diz ao chapeleiro: “Isto é impossível. E ele responde: só se você acreditar que é. Ela replica: às vezes, eu acredito em seis coisas impossíveis antes do café da manhã”. Nós também somos provocados por muitas impossibilidades cotidianamente. Mas todos os dias, antes do café da manhã, cada um de vocês, queridos leitores que nos encontram aqui neste Diário, nos encorajam para caminhos possíveis de realização, simplesmente por estarem bem aí, junto a nós. Nunca será o bastante dizer: obrigada!

Anúncios
Esse post foi publicado em Posts e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s