Renascimento – por Erika Souza

Aí vai a décima história de amor da nossa série. O relato de hoje é da Erika Souza, que corajosamente compartilha conosco suas angústias, suas alegrias e sua cura, motivada pelo amor à sua linda filha.

Erika, desejo que os bons sentimentos continuem pavimentando sua vida com segurança e coragem e que, mais do que renascida, você se sinta renovada pelo afeto de sua filha!

Obrigada por compartilhar sua história!

“Tenho 43 anos. Sempre fui muito auto confiante. Quando tinha 30 anos, conheci um homem que fez com que toda minha auto confiança desabasse, como uma implosão mal feita, mas amor é amor… fiquei com essa pessoa anos a fio. Tentei engravidar várias vezes daquele que julgava ser o “homem da minha vida”. Tentei tanto e me frustrei tanto que acreditei que filhos não eram para mim. E o tempo foi passando. Em 2009, um dia depois de uma viagem estilo lua de mel, chegamos em casa e esse homem pegou suas coisas e partiu, levando junto minha vontade de viver. Morri pela primeira vez.

Alguns dias depois resolvi viajar com meu pai (que hoje já mora no céu, pertinho da sua mãe) e minha mãe. Fomos para o meu lugar preferido, para o mar. Na primeira manhã, eu e minha mãe fomos para a varanda do quarto do hotel e outra tragédia aconteceu: a madeira que sustentava a varanda cedeu e eu cai do segundo andar do quarto do hotel. Foi o dia que morri pela segunda vez. Muito pânico, muita gritaria e um saldo… traumatismo craniano, tímpano estourado e uma labirintite que me acompanha até hoje.

Mas renasci. A vontade de não viver mudou para a vontade de me tornar a menina que tinha sido no passado. E fui tocando minha vida. Meses depois, ainda sem alta do traumatismo que havia sofrido, resolvi aceitar as investidas de um amigo antigo e tentar namorar de novo. O namoro não durou um mês. Mas me rendeu a oportunidade de saber realmente o que significa amar. Fiquei grávida de uma princesa que se chama Ana Paula. Hoje ela tem 4 anos e faz da minha vida uma surpresa diária. E assim nasci pela terceira vez.”

Foto: Aí vai a décima história de amor da nossa série. O relato de hoje é da Erika Souza, que corajosamente compartilha conosco suas angústias, suas alegrias e sua cura, motivada pelo amor à sua linda filha.  Erika, desejo que os bons sentimentos continuem pavimentando  sua vida com segurança e coragem e que, mais do que renascida, você se sinta renovada pelo afeto de sua filha! Obrigada por compartilhar sua história!  "Tenho 43 anos. Sempre fui muito auto confiante. Quando tinha 30 anos, conheci um homem que fez com que toda minha auto confiança desabasse, como uma implosão mal feita, mas amor é amor... fiquei com essa pessoa anos a fio. Tentei engravidar várias vezes daquele que julgava ser o "homem da minha vida". Tentei tanto e me frustrei tanto que acreditei que filhos não eram para mim. E o tempo foi passando. Em 2009, um dia depois de uma viagem estilo lua de mel, chegamos em casa e esse homem pegou suas coisas e partiu, levando junto minha vontade de viver. Morri pela primeira vez.  Alguns dias depois resolvi viajar com meu pai (que hoje já mora no céu, pertinho da sua mãe) e minha mãe. Fomos para o meu lugar preferido, para o mar. Na primeira manhã, eu e minha mãe fomos para a varanda do quarto do hotel e outra tragédia aconteceu: a madeira que sustentava a varanda cedeu e eu cai do segundo andar do quarto do hotel. Foi o dia que morri pela segunda vez.  Muito pânico, muita gritaria e um saldo... traumatismo craniano, tímpano estourado e uma labirintite que me acompanha até hoje.  Mas renasci. A vontade de não viver mudou para a vontade de me tornar a menina que tinha sido no passado. E fui tocando minha vida. Meses depois, ainda sem alta do traumatismo que havia sofrido, resolvi aceitar as investidas de um amigo antigo e tentar namorar de novo. O namoro não durou um mês. Mas me rendeu a oportunidade de saber realmente o que significa amar. Fiquei grávida de uma princesa que se chama Ana Paula. Hoje ela tem 4 anos e faz da minha vida uma surpresa diária. E assim nasci pela terceira vez." (a foto é da fofa da Ana Paula, filha da Erika)
Esta é a fofa da Ana Paula, filha da Erika
Anúncios
Esse post foi publicado em Partilhas de amor e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s