A medicina e a maternidade pela saúde

Tenho percebido que para compreender as condições de saúde de um filho e lidar com os enfrentamentos necessários, duas figuras são essenciais: o médico e a mãe.

Anamneses, exames de toda ordem, pesquisas anteriores e atuais, histórico de outros pacientes atendidos, práticas em outros países. Tudo isso compõe o material de que o médico consciencioso lança mão para fazer seu diagnóstico, encaminhar um tratamento, arriscar um prognóstico. No universo das doenças e síndromes severas, em especial, os laudos assinados por este profissional costumam sugerir uma realidade sombria. Comprometido com o exercício da profissão e, mais ainda, com o paciente, o médico busca trazer à consciência dos pais as diversas nuances em torno da condição de vida de seu filho, das prováveis às improváveis. É com base nessas informações que é possível assumir a luta pela vida.

O problema é que, muitas vezes, as conclusões e os laudos médicos soam como sentença. Nessa hora, estará uma mãe (e também um pai, mas aqui falo das mães, por identificação) para dizer: eu duvido! Se a ciência médica é das probabilidades, a mãe precisa de apenas uma chance, mesmo que mínima, para empenhar sua máxima força em busca da qualidade de vida de sua cria. Uma chance, uma possibilidade, e lá estará uma mãe apostando todas as suas energias, apoiada por muitas outras mães.

Nós compartilharemos angústias, celebraremos conquistas e nos lembraremos, umas às outras, que improvável não é palavra a ser levada a sério. Nossa esperança é teimosa, porque sabe que a tarefa mais urgente a que uma mãe se dedica é amar seu filho, sua filha. Onde esse amor se lança, a vida se transforma.

Se o médico trabalha com a matéria da ciência, a mãe trabalha com a matéria do mais sagrado amor. Unidos, o saber e o sentimento, as chances de um filho certamente não poderão estar descritas nos livros, mas poderão ser vivenciadas e testemunhadas a olhos vistos por aí.

Anúncios
Esse post foi publicado em Posts e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s